sábado, 25 de junho de 2016

O trágico acidente automobilístico que matou 50 pessoas no Piauí em 1985

Era final de uma manhã de sábado, dia 20 de julho de 1985, um caminhão "pau de arara" levava dezenas de pessoas da cidade de Pedro II, localizada no norte do Piauí, para a zona rural do município, quando chegou ao inicio da "Ladeira do Felipe", trecho da BR-404, o motorista percebeu que o veículo estava sem freio, a tragédia estava anunciada.

Ladeira do Felipe, o local da tragédia que matou cerca de 50 pessoas / Foto: Portal O Dia

Na tentativa desesperada de controlar o veículo até o final da ladeira, ainda conseguiu manobrar o caminhão até certo ponto, mas infelizmente ele não conseguiu fazer uma das curvas que fica no meio da serra e tombou, ali dezenas de vidas tiveram seu destino encerrado. Pedro II na época ficou em estado de choque afinal acontecia naquele momento o maior acidente já registrado em sua história. Na época, assim como quase todas as rodovias do Piauí, a ladeira não tinha pavimentação asfáltica.

A curva onde ocorreu a tragédia, hoje a estrada é asfaltada e bem sinalizada

No local foi construída uma capela em homenagem as vítimas, hoje ela está abandonada. A "Ladeira do Felipe" hoje é asfaltada e bem sinalizada em todo seu percurso. Felizmente não há registros de outros acidentes tão graves na ladeira, mas a triste lembrança do dia 20 de julho de 1985 ainda deve permanecer na memória de muitas famílias e por muito tempo ainda.

O local da tragédia, lá foi construída uma capela em homenagem as  vítimas, hoje se encontra abandonada

É o caso do senhor Antonio Lino dos Santos, que conta que os passageiros iam todos os sábados nesse caminhão para a tradicional feira realizada no centro comercial de Pedro II. "A gente saiu daqui pra vender e negociar nossos produtos, como milho, feijão, galinhas, entre outros. Ninguém imaginava que iria acontecer uma tragédia como aquela", conta, com lágrimas nos olhos.

Seu Antonio Lino perdeu seis parentes na tragédia e escapou por força do destino

Seu Antonio Lino, hoje com 63 anos, saiu naquele dia para Pedro II, junto com sua mãe, três irmãos , sendo que dois deles levavam suas esposas e duas filhas. "Fomos todos no mesmo caminhão. Mas lá, resolvi retornar de bicicleta e minha mãe veio em outro carro. Lá no caminhão viajaram meus dois irmãos com as esposas e as duas filhas. Aí, aconteceu essa coisa triste", conta.

Antonio Lino diz ter presenciado uma das cenas mais comoventes da sua vida. "Meu irmão [Sotero] pediu pra mim vir na bicicleta dele e veio no caminhão. Ele salvou a minha vida. Minha mãe veio de carona em outro carro e o outro irmão retornou de ônibus. Nós sobrevivemos e eles se foram", relata. Somente dessa família foram seis vítimas fatais.

Os paus de arara continuam com forte presença no nordeste

Embora 31 anos já tenham se passado desde a tragédia e o transporte no nordeste tenha melhorado muito, o "pau de arara" ainda é muito usado na região.

Fonte: Portal Gritador e O Dia

19 comentários:

  1. Na minha cidade aconteceu um assim também só que com 63 vítimas

    ResponderExcluir
  2. Muito triste, mas foi a realidade do nosso Brasil naquele momento!!!

    ResponderExcluir
  3. Característica do povo brasileiro: BURRO, EGOÍSTA, PORCO, ANALFABETO-FUNCIONAL (não entende nada), PREGUIÇOSO, FALSO (fala o que nao vive e acredita), TRAIDOR e COVARDE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que vc também é brasileiro BURRO, EGOÍSTA, PORCO, ANALFABETO-FUNCIONAL (não entende nada), PREGUIÇOSO, FALSO (fala o que nao vive e acredita), TRAIDOR e COVARDE se mate meu amigo 😃😃😃

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. A "Ladeira do Felipe" hoje é asfaltada e bem sinalizada em todo seu percurso, disse o texto. Sabem quem fez isso. Os dois... aqueles dois que mais restauraram, adequaram, asfaltaram e duplicaram rodovias no Brasil, entre outras "obrinhas" que a grande imprensa escondeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Presidente asfalta rodovia? Poxa... os caras sao fera mesmo. Sai dai, cambada de burro. Os vagabundo fizeram a maior quadrilha da historia da humanidade de todos os tempos e tem burro q ainda defende. Nordestino tem q se f... mesmo.

      Excluir
  5. Pessoal aconteceu um acidente parecido em Minas Gerais, acho que foi na br050, onde morreram 50 pessoas no choque de dois ônibus, alguém lembra,se tiverem o link da notícia, valeu

    ResponderExcluir
  6. Pessoal aconteceu um acidente parecido em Minas Gerais, acho que foi na br050, onde morreram 50 pessoas no choque de dois ônibus, alguém lembra,se tiverem o link da notícia, valeu

    ResponderExcluir
  7. Mesmo depois de pavimentada,dá para ver pela foto que não se preocuparam com a engenharia.Defeito encontrado em quase totalidade das rodovias.

    ResponderExcluir
  8. KKK gostei da briguinha entre Adalberto e Sou brasileira...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, ajuda a melhorar o país. kkkkkkkkk

      Excluir
  9. Que triste mesmo o meu vô morreu nesse acidente infelizmente nao cheguei a conhecer ele mas é muito triste uma pessoa parte e agente não conhecer ,,,,

    ResponderExcluir
  10. Parabéns ao BRANDÃO, ótimo comentário, inteligente. Parabéns ao autor da reportagem.O resto é bobagem.

    ResponderExcluir